Qual a sua última cerveja degustada ? Qual sua avaliação ?

Data: 08/04/2011

De: Santucci

Assunto: Brooklin - East Indian Pale Ale

A Brooklyn Brewery foi iniciada em 1987 pelo ex-correspondente da Associated Press Steve Hindy e ex-oficial de empréstimo do Banco Chemical Tom Potter. Hindy aprendeu a fazer cerveja durante uma estada de seis anos em vários países do Oriente Médio, como Arábia Saudita e Síria, onde a posse e o consumo de bebidas alcoólicas foram proibidas.
Ao retornar para sua casa no Brooklyn em 1984, ele e Tom Potter, seu vizinho de baixo de Park Slope, largaram seus empregos e fundaram a microcervejaria.

O logotipo da marca foi desenvolvido pelo designer Milton Glaser, o cara que desenvolveu a famosa marca"I Love NY".

Com coloração âmbar escura, e creme medianamente denso e consistente. No aroma e no sabor, é muito bem balanceada nas sensações amargas e herbais provenientes do lúpulo.
Uma Indian Pale Ale deliciosa, valoriza muito bem as características do estilo. 6,9 ABV de respeito, corpo intenso sem ser robusto, o lúpulo tem uma presença marcante sem extremos, o conjunto cativa e nos surpreende pela excelente drincabilidade.

Aparência: Âmbar, Espuma branca, média duração.
Aroma: Inicial floral de pinho, seguido do malte.
Sabor: Lúpulo, ares de caramelo, leve pão, cítrico, leve limão, traços de madeira.
Sensação na Boca: Corpo médio, final seco e amargo.

Data: 08/04/2011

De: Santucci

Assunto: Göttlich, Divina Pilsen com Guaraná

Como o próprio rótulo diz a cerveja Göttlich, Divina! é elaborada com matéria-prima das mais tradicionais regiões produtoras do mundo (Weihenstephan e Hallertäu, na Alemanha e Saaz, na República Tcheca).

Além da tradição, a Göttlich, Divina! também tem um processo especial o Dry Hopping (a idéia principal do dry hopping é adicionar aroma na cerveja, sem alterar [tanto] seu amargor. Porém é muito bom frisar que “Dry Hopping" não é um substituto para a adição normal de lupulo de aroma no final da fervura de lupulagem”. São técnicas diferentes com resultados diferentes.) e o Tropical Guaraná da Amazônia! Bem brasileiro não ?!

Desenvolvida para atender o mercado de cervejas Super Premium, o conceito da Gottlich, DIVINA! nasceu após uma visita ao Monastério de Weihenstephan, em 2007. A união entre o conhecimento cervejeiro do Velho Mundo e seus ingredientes originais, com a inovadora escola cervejeira do Brasil, fez surgir um produto único, com características muito particulares. A Göttlich, Divina! Concerteza podemos afirmar que esta cerveja proporciona uma experiência única, é o prazer do lúpulo com um final doce do guaraná.
Se você já provou guaraná em pó é exatamente aquele sabor.

Aparência: Dourada acobreada. Espuma bege claro, cremosa, boa persistência.
Aroma: Forte floral de lúpulo, com final cítrico do graraná.
Sabor: Intenso sabor de malte e lúpulo,leve final frutado.
Sensação na Boca: Consistente, bom corpo, intensa no sabor.
Graduação Alcoólica: 5,5% vol.

Data: 21/03/2011

De: Santucci

Assunto: La Brunette

Espuma cremosa, com sabor de malte e corpo superior, muito rica. A cor escura é resultante da torrefação da cevada, feita na própria cervejaria e pelos maltes tipo Chocolate, que lhe conferem sabor tostado e notas de café.

Não se utiliza caramelo na coloração, como na maioria das cervejas escuras nacionais. Da Nova Zelândia vem, o lúpulo, com exclusividade para esta cerveja de teor alcoólico 4,5%.
Recomendada para acompanhar pratos de temperos fortes e marcantes, como pimentas e mostardas picantes e carnes em geral.
A Schmitt produz cervejas especiais há mais de 20 anos, seguindo as tradições alemã e belga. São receitas exclusivas, únicas, apreciadas pelos paladares mais exigentes do Brasil.

Aparência: Caramelo escuro com turbidez. Espuma bege, densa, boa/media duração.

Aroma: Maltes, chocolate, café, torrefação.
Sabor: Malte, café, lúpulo, final de chocolate meio amargo.
Sensação na Boca: bom corpo.

Avaliação Pessoal: Gostei desta cerveja, uma Stout muito boa, com espuma de média para boa persistência e aroma agradável, o sabor tostado na medida nada enjoativo e ótima drinkability.

Data: 16/03/2011

De: Santucci

Assunto: Anderson Valley - ESB

A ESB (Extra Special Bitter) é uma cerveja tipo Ale(Alta Fermentação), reconhecida por muitos como a melhor Premium Ale por seu sabor rico, suave e marcante.

Possui coloração âmbar turva, com uma forte base de malte, complementada com uma disposição de sabores em perfeita combinação.

A abundância de lúpulo nesta cerveja, quatro vezes vencedora de medalha de ouro, possui aromas condimentados que se destacam, bem maltada ,acompanhados de um agradável amargor longo.
6,8% de teor alcoólico e 61 IBU
Boa formação de espuma, que se destaca pela coloração de tom pastel característica da ESB.

Aparência: Âmbar turvo. Espuma bege, cremosa, média duração.
Aroma: Maltes, lúpulo, condimentos.
Sabor: Malte, fermento, lúpulo em sabor e amargor final.
Sensação na Boca: Seco, longo amargor, bom corpo.


Data: 01/03/2011

De: Santucci

Assunto: Hacker-Pschorr

A Cervejaria Hacker-Pschorr nasce em 1417, noventa e nove anos antes de ser criada a Lei de pureza Alemã.
O nome atual da cervejaria remete à duas tradicionais cervejarias de Munique, que nesses 591 anos passaram por algumas junções e separações.
A primeira união entre a Hackerbräu e a Pschorrbräu aconteceu por volta de 1800.
Em 1944, já separadas, a Pschorr teve os seus equipamentos bombardeados durante a segunda Guerra, e a Hacker permitiu que a Pschorr utilizasse seus equipamentos para manter a produção ativa.

Em 1972 veio a ultima união, que dura até hoje.
A cervejaria é atualmente uma das seis grandes de Munique, e faz parte do grupo Paulaner.

Ela se enquadra o estilo Keller Bier, um raro e antigo estilo de produção alemão.
Basicamente, trata-se de uma lager, não pasteurizada e não filtrada, que são fermentadas em tanques abertos dentro de caves, semelhante a Pilsen Natural.

Aparência: Dourado escuro. Leve turbidez. Espuma branca, densa, boa duração.
Aroma: Maltes, pão, lúpulos floral e cítrico.
Sabor: Malte, pão, fermento, cítrico, lúpulo em sabor e amargor.
Sensação na Boca: Carbonatação alta, bom corpo.

Avaliação Pessoal: Adorei esta cerveja, uma Keller Bier maravilhosa, com espuma de boa persistência e aroma agradável, nada em excesso, muito refrescante e ótima drinkability.

Itens: 1 - 5 de 5

Novo comentário